GIFF
PT | EN

Júri

Tothi

Mostra Ruptura

Realizador audiovisual, técnico cinematográfico e artista visual. Bacharel em Comunicação Social– Audiovisual pela Universidade Estadual de Goiás. Desde 2012 atua profissionalmente em departamentos técnicos, desenvolvimento e produção de projetos para cinema e televisão. Sócio-produtor na produtora Dafuq Filmes e co-criador do selo afirmativo Filmes de Preto. Associado a APAN - Associação de Profissionais do Audiovisual Negro. Como Roteirista e diretor assina os curtas-metragens A Câmera de João (fic, 2017) e Frescor Marine (Doc, 2019), Búfala (exp, 2021).

Flavia Candida

Mostra Ruptura

Curadora, cineasta e produtora egressa do curso de Cinema da UFF, onde dirigiu o curta O Metro Quadrado, Prêmio especial do Júri no 35º Festival de Brasília do Brasileiro. Começou como programadora no fim dos anos 90's no Cine Arte UFF e coordenou por mais de 15 anos o Festival Brasileiro de Cinema Universitário. Colabora na curadoria de diversos festivais como Première Brasil, Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul, Festival Internacional de Curtas de São Paulo, Curta Cinema, Festival de Cinema de Vitória, Goiânia Mostra Curtas, Festival Brasileiro de Cinema Cômico, Mostra de Cinema Moventes e Festival Internacional de Cinema de Goiânia. Também fez parte da curadoria do Século XXI: Mulheres, Ação! e Cabíria Festival Mulheres & Audiovisual e FIM Cine 23 - festivais dedicados ao protagonismo feminino no cinema. Produziu mostras como Arte da África Cinema, Péter Forgács: Arquitetura da Memória e Pequenas Histórias da Vanguarda – Downtown New York. Como consultora de projetos trabalha na seleção de laboratórios como BrLab, ICUMAM Lab, Plataforma Lab e Lab de Projetos do Curta Cinema. Esteve no comitê de seleção do Göteborg Film Fund 2021.

Cris Ventura

Mostra Ruptura

Pesquisadora e docente do IFG, atuando nos cursos de Bacharelado em Cinema e Audiovisual e no Técnico Integrado em Produção de Áudio e Vídeo desde 2015. Doutora em Performances Culturais (UFG), produtora e realizadora de filmes e vídeos para diferentes suportes de projeção, tendo trabalhos exibidos em festivais de cinema e vídeo, exposições, performances cênicas e musicais. Atualmente é coordenadora do Curso de cinema e audiovisual do IFG.

Thais Oliveira

Mostra Origens

Docente efetiva do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual de Goiás (UEG). Pós-doutora em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Doutora em Performances Culturais pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás (FCS-UFG). Mestre em Arte e Cultura Visual pela Faculdade de Artes Visuais da UFG. Graduada em Audiovisual com especialização em Cinema e Educação, atua na área de produção cinematográfica prioritariamente como captadora de som direto e editora de som. Atualmente é coordenadora do Curso de cinema e audiovisual da UEG (2023-2025).

Jarleo Barbosa

Mostra Origens

Diretor, roteirista e produtor. Trabalha há 11 no audiovisual, onde realizou 03 curtas, dirigiu um longa metragem (Hotel Mundial) e co-roteirizou outro (Alaska). Ao todo foram mais de 100 participações em festivais e 20 prêmios. Na TV, dirigiu o programa Arquitetura Verde para o canal +Globosat e foi um dos roteiristas da série Doçaria Brasileira, exibida no canal CineBrasilTV. Além disso, trabalhou como coordenador de conteúdo na TV Brasil Central, supervisionando toda a produção de entretenimento do canal, além de dirigir programas e especiais. Esteve à frente do Núcleo Criativo Panaceia Filmes (prodav 03), onde foi responsável pela supervisão do desenvolvimento dos roteiros de 4 séries de TV e um longa-metragem. Exerceu também o cargo de Gerente de Audiovisual da Secretaria do Estado da Cultura de Goiás e atualmente se dedica ao CriaLab, Centro de Realização e Investigação Audiovisual da Universidade Estadual de Goiás, responsável pela TV e rádio da instituição, onde é responsável pelo acompanhamento e gestão de projetos, além de suporte criativo.

Antonio Gonçalves Jr

Mostra Origens

É empresário, produtor cinematográfico, co-fundador e diretor artístico do Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba, desde sua primeira edição.. Em cinema, como produtor, trabalhou nos longas: "Para Minha Amada Morta", "Ferrugem"', "Jesus Kid", "Deserto Particular", "A Gente" de Aly Muritiba; "Circular" com direção coletiva, "Avó Dezenove e o segredo do soviético" de João Ribeiro, "Zona Árida" de Fernanda Pessoa, "A mesma parte de um homem" de Ana Johann, "Nóis por Nóis" de Jandir Santin e Aly Muritiba, entre outros e diversos curtas metragens, como "A Fábrica" "Pátio" "Tarântula" de Aly Muritiba, "O Estacionamento" de William Biagioli, "Lobo" de Thiago Busse, "Brasil x Holanda" de Caroline Biagi, "Ainda ontem" de Jessica Candal, dentre outros.

Thais Oliveira

Origins Exhibition

Professor of the Cinema and Audiovisual course at the State University of Goiás (UEG). Post-doctorate in Communication from the Federal University of Pernambuco (UFPE). Ph.D. in Cultural Performances from the Social Sciences Department of the Federal University of Goiás (FCS-UFG). Master in Art and Visual Culture from the Visual Arts Department of UFG. Graduated in Audiovisual with a specialization in Cinema and Education, she works with film production primarily as a direct sound collector and sound editor. She is currently the coordinator of the UEG Film and Audiovisual Course (2023-2025).